segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Rodadas de Poema com Ferreira Gullar



De Ferreira Gullar
Um instante



Aqui me tenho
Como não me conheço
            nem me quis

sem começo
nem fim

          aqui me tenho
          sem mim

nada lembro
nem sei

à luz presente
sou apenas um bicho
        transparente


 Ferreira Gullar




                                                   Perto de completar 80 anos, o poeta fala com exclusividade sobre 
                                                   sua trajetória literária e seu novo livro de poemas, Em alguma parte 
                                                   alguma. Saiba mais em http://www.saraivaconteudo.com.br/Artigo.aspx?id=370



Biografia
Ferreira Gullar
Nasceu em 1930, em São Luís, Maranhão. Aos 18 anos tornou-se colaborador do jornal Diário de São Luís. Lançou seu primeiro livro, Um Pouco Acima do Chão, em 1949.
Mudou-se para o Rio de Janeiro e, enquanto fazia revisão para a revista O Cruzeiro, passou a conhecer e a interagir com todos os grandes nomes da poesia da época. Participou da I Exposição Nacional de Arte Concreta e foi colaborador do semanário Pasquim. Tem textos publicados em diversos jornais e, em parceria com Dias Gomes, exibidos na Rede Globo. Dedica-se também à pintura.
Assumiu a diretoria da Funarte entre 1992 e 1995, período durante o qual publicou o polêmico Argumentação Contra a Morte da Arte. Em 1998, foi o homenageado no XXIX Festival Internacional de Poesia de Roterdã.


2 comentários:

  1. Um Instante é Ferreira Gullar, então tá. E que depoimento no vídeo. É isso mesmo, vinte anos/vinte minutos. Poesia tem dessas coisas.

    ResponderExcluir

Obrigada por participar deste blog.Volte e comente sempre!!!
Aqui você vai encontrar "Aquele Poema".